Unha encravada é um problema que costuma afetar muita gente. Quem é que nunca teve dores nos dedos dos pés ou dificuldades para caminhar quando colocou um sapato novo?

As unhas encravadas surgem com frequência nos dedões dos pés e podem causar muitos problemas se não forem tratadas. Elas surgem quase sempre devido ao uso de calçados apertados ou traumatismos na região. Elas podem ser muito dolorosas se estiverem infeccionadas, e podem incomodar quando a pessoa fizer uso de sapatos fechados.

Para cuidar do problema, procure um dermatologista que irá orientar sobre a melhor forma de cortar os cantos das unhas e lixá-las. Isso fará com que elas parem de encravar. E também indicará medicamentos caso as unhas estejam infeccionadas.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico


Estamos em pleno verão e você pretende estrear aquela sandália nova em uma ocasião especial. Mas, ao calçá-las, percebe que uma das unhas de seu pé está preta. E agora ?

A unha preta ocorre devido a uma bolha de sangue que ficou embaixo da unha. Esse sangue acumulado provoca a descoloração da unha, além de ficar dolorida quando pressionada. Geralmente a unha preta acaba caindo. Esse problema é comum em esportistas que têm o segundo dedo dos pés maior do que o dedão. Ao correr ou caminhar, esses dedos ficam mais sensíveis aos impactos.

Para evitar o problema, não exagere nos treinos e use um tênis de corrida que calce seu pé de maneira adequada. Também pode fazer uso de meias especiais, que evitam a fricção dos pés. Se mesmo assim a unha preta aparecer, é preciso tratá-la, drenando o sangue para retirar a pressão sobre a unha. Mas não faça isso sozinho: procure ajuda de um profissional.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico


O verão deste ano está batendo recordes de altas temperaturas e o uso de sapatos fechados é inviável. Quem pode fazer uso de sandálias não tira o calçado dos pés nos dias mais quentes. Mas para quem caminha muito, esse tipo de calçado pode provocar o surgimento de bolhas, que costumam doer e incomodam.

As bolhas nos pés são líquidos que ficam acumulados entre a camada interna e externa da pele. Elas decorrem do atrito prolongado entre os pés com os calçados ou meias. Se não forem tratadas, correm o risco de infeccionar.

Para serem tratadas, as bolhas devem ser abertas o quanto antes, mas com cuidados especiais. Antes de retirar, a região deve ser limpa com álcool ou outro anti-séptico. A bolha deve ser furada com uma agulha devidamente esterilizada e drenada com um fio cirúrgico. A pele da bolha furada não deve ser retirada.

Após esse procedimento, cubra o local com um curativo adesivo. Após 48 horas, as bolhas secam e o curativo pode ser retirado.

Mas se você tem tendência a ter bolhas nos pés, procure sempre evitar o seu aparecimento, usando meias de duas camadas ou anti-bolhas. Use também palmilhas de neoprene nos calçados e verifique se está usando calçados adequados aos seus pés. Na dúvida, visite um especialista.

Por Selma Isis

Fonte: Dr.Fabio Ravaglia- médico ortopedista


Estamos no verão, uma estação marcada pelas altas temperaturas, e costuma ser a época do ano em que os pés ficam mais à mostra, em sandálias e chinelos. No entanto, existem alguns cuidados importantes que você deve ter com seus pés para não fazer feio na praia ou piscina:

  • Após o banho, lave e seque muito bem os pés, todos os dias;
  • Antes de dormir, passe um creme hidratante à base de uréia ou ácido salicílico para que os pés fiquem macios. Isso também diminui as áreas de pele grossa, chamadas de hiperqueratose;
  • Para prevenir cãibras e dores musculares, faça uma massagem nos pés no fim do dia. Ela ajuda a melhorar a circulação e a reduzir dores. Depois da massagem, deixe as pernas para cima durante alguns minutos para relaxar;
  • Os pés podem ser esfoliados com lixa fina ou sabonetes esfoliantes, uma vez por semana;
  • Procure manter os pés sempre secos durante o calor, para evitar o desenvolvimento de micoses comuns no calor.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico





CONTINUE NAVEGANDO: