Lentes de Contato – Manutenção e Principais Cuidados



  

Saiba aqui como realizar a manutenção e os principais cuidados que você deve ter com as Lentes de Contato.

Os olhos são a parte exposta mais frágil do corpo humano. Muitas pessoas usam lentes de contato, seja por necessidade, seja por questões estéticas. Existem muitos mitos relacionados ao uso delas. Mas uma coisa é real: o cuidado com o uso das lentes de contato deve ser grande. Pela fragilidade dos olhos, o mal uso das lentes pode causar infecções e, até mesmo, doenças e parasitas. Confira abaixo alguns dos cuidados que precisam ser tomados no uso das lentes de contato.

RESPEITE A VALIDADE DAS LENTES DE CONTATO

As lentes de contato são como qualquer outro produto: elas têm data de validade. A partir do momento que a lente entra em contato com o olho, ela começa a se desintegrar. Portanto, fique de olho na validade da sua lente. Algumas têm data de validade de apenas um dia, outras de 15 dias, outras de um mês e etc. A lente que é usada por mais tempo que o indicado começa a acumular resíduos que impedem a passagem do oxigênio para o olho, o que pode causar um edema córneo, infecção ou, atém mesmo, uma úlcera na córnea.

USE SEMPRE O PRODUTO ADEQUADO PARA GUARDAR SUAS LENTES

Muitas pessoas costumam guardar suas lentes de contato na água. Isso é altamente perigoso. De acordo com oftalmologistas, a água pode conter amebas ou protozoários, que causa infecções muito sérias ao olho humano. O ideal é usar aquelas soluções próprias para o armazenamento da lente. Em casos de emergência, oftalmologistas recomendam que, na ausência da solução, se use soro fisiológico. O mais indicado para isso é o soro fisiológico vendido em ampolas, pois ele contém conservantes que evitam contaminação da lente, diferente do soro fisiológico vendido em garrafas de litro.

MANTENHA SEMPRE UMA BOA HIGIENE DAS LENTES

Antes de mais nada, aquele velho conselho de pai e mãe sempre é válido: lavar as mãos. Para manusear as lentes de contato, é fundamental que suas mãos estejam bastante limpas, a fim de evitar contaminações à lente. Outro cuidado fundamental com a higiene das lentes é trocar regularmente o estojo de armazenamento. O recomendado é que se faça a troca dos estojos de três em três meses.

NÃO PASSAR MAQUIAGEM NA PARTE INTERNA DOS OLHOS





Muitas pessoas costumam passar lápis, delineador e outros produtos de maquiagem na parte interna das pálpebras. Isso pode acabar obstruindo as glândulas lacrimais, fundamentais para a lubrificação dos olhos. A obstrução das glândulas pode causar inchaço e inflamação do local.

LENTES DE CONTATO SÃO INDIVIDUAIS

Muitas pessoas têm o costume de compartilhar lentes de contato coloridas. Mas você não compartilha suas escovas de dente com ninguém, não é? Pois também não deve compartilhar lentes de contato também. O compartilhamento pode propiciar a transmissão de bactérias, que podem causar infecções e alergias.

TENHA SEMPRE O ACOMPANHAMENTO DE UM OFTAMOLOGISTA

Seu oftalmologista conhece bem seu olho. Ele sabe qual tipo de lente de contato é o mais indicado para você. Ele vai te ajudar a fazer a transição do uso da lente de contato. Também é importante fazer consultas periódicas ao oftalmologista, pois ele pode detectar problemas que nem você mesmo sente.

Apesar de parecer complicado, o uso de lentes de contato é muito simples. Em muitos casos, o uso da lente é até mais aconselhável que o de óculos, já elas não correm o risco de cair, quebrar e ainda abrangem todo o seu campo de visão. E lembre-se sempre: higiene em primeiro lugar. E depois, o conforto. As lentes não devem causar nenhum tipo de desconforto. Caso você sinta algo estranho com seu olho, procure seu oftamologista.

Renato Senna Maia



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *