Como cuidar do seu bichinho de estimação



  

Está comprovado, na teoria e na prática, que a convivência com um bichinho de estimação, dos mais ortodoxos como o cão e o gato até os mais exóticos, desde que devidamente autorizados e permitidos pelo Ibama, faz bem à saúde. Alivia o estresse, a tensão, ajuda em tratamentos e recuperação de pessoas debilitadas.

È um companheiro fiel, amoroso, dedicado e que sempre dará muito mais carinho e amor, por mais que receba. E da mesma formamerece e deve ser bem tratado. E sabem como ninguém combater a solidão, o mal externo ou interno que nos aflige tanto. Por isso são tão benéficos quando se relacionam com o animal tão frágil que nós, os humanos, somos.





Por isso se você não tem um, tente a experiência se tiver a certeza de que poderá tratar e cuidar dele conforme ele merece por toda a vida. Se informe, leie, pesquise, aprenda e viva melhor com um bichinho ao seu lado. Se você já tem, sabe o quanto benéfico é. Então cuide corretamente, leve regularmente ao veterinário, vacine, castre, ame.

Uma dica para os amantes dos gatinhos. A farinha de mandioca misturada a areia higiênica na liteira dos bichanos ajuda a diminuir o odor, aglutina com mais facilidade a urina formando grumos, torna mais fácil à limpeza. A proporção é de um quilo de farinha para cada pacote de areia higiênica.

Por Mauro Câmara



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *