Dicas de Como Beber e Degustar Vinhos



  

Degustar é a arte de saber apreciar alimentos,  ou seja, analisar a sua composição pelos sentidos naturais do ser humano.

A degustação de vinhos envolve quase todos os sentidos:

– o olfato: é onde é possível designar as qualidades e defeitos do vinho antes de degustá-lo. Os aromas são divididos em primários, secundários e terciários:

– primários: são aqueles descendentes da própria uva que os originou;

– secundários: são os submetidos a fermentação;





– terciários: encontram-se somente nos vinhos tintos envelhecidos, que adquirem faces oxidativas por estarem armazenados em locais de madeira.

– o paladar: proporciona descobrir o equilíbrio dos componentes do vinho, como acidez, viscosidade, etc. E logo após é possível descobrir em qual categoria ele se encontra: doce, ácido, equilíbrio, consistência, tanino, glicerina e álcool.

Para perceber a qualidade do vinho deve-se observar o tempo que é possível senti-lo após engolido, que varia de 2 a 6 segundos.

– a visão: é onde observa-se a limpidez, a cor e a transparência do vinho. Ou seja, um vinho translúcido, cristalino e brilhoso indicam a excelente preocupação com seu preparo. As cores variam com o tempo, mas é possível observar se foi bem armazenado e consequentemente, se não perdeu a qualidade.

Com estas dicas, torna-se possível conhecer e saber degustar vinhos de qualquer origem e fabricação.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *